logo
 

A Câmara Municipal de Meruoca homenageia o Senhor Francisco Delfino com a Medalha Monsenhor Furtado

A Câmara Municipal de Meruoca, homenageia o Senhor Francisco Delfino, mais conhecido como Chico Delfino, lhe concedendo a Medalha Monsenhor Furtado, medalha esta criada pela Resolução 005/2007. A resolução foi criada a partir do Projeto de Resolução do Vereador Maurício Sanford em sua primeira passagem por esta Augusta Casa, sendo aprovada pelo Plenário da Câmara Municipal de Meruoca e Promulgada pela Mesa Diretora.
O Vereador Rubens entrou com Requerimento 013/2018 solicitando que fosse entregue a Medalha Monsenhor Furtado ao Senhor Chico Delfino, sendo este aprovado por unanimidade pelo Plenário desta Augusta Casa. Segue uma breve biografia do homenageado.
Francisco Delfino da Costa, filho de Maria Delfino da Costa e de Jose Delfino de Costa, nasceu em Meruoca-CE no dia 28 de dezembro de 1933 na localidade conhecida como sitio Canto, a 4 km da sede de Meruoca, desde então nunca deixou sua cidade natal, residindo atualmente na rua alto das flores neste município.
Casado com Maria do Livramento Lopes da costa, teve 10 filhos, 27 netos e 13 bisnetos. Francisco Delfino, carinhosamente conhecido como Chico Delfino, filho de família humilde, iniciou suas atividades na lavoura de forma muito precoce, aos 06 anos de idade já ajudava seus pais nos roçados da família e aos 09 anos criou seus primeiros versos onde retratava a história de Caim e Abel, jovem inteligente tomou gosto pela poesia e desde então não parou mais de elaborar versos e poemas, dentre os quais podemos destacar:
· O Valente Meruocano;
· Os Heróis da Cordilheira;
· A Ecologia de Meruoca
· A Vida do lavrador;
· A Praga da dengue;
· Invasão dos Búfalos em São João da Baixa Grande, entre tantos outros.
No ano de 1978, iniciou seus trabalhos nas comunidades de base ao lado de um dos maiores bem feitores de Meruoca, Monsenhor Jose Furtado Cavalcanti., onde ao lado deste ilustre benfeitor meruoquense, Chico Delfino atuou diretamente na evangelização e no desenvolvimento de todas as localidades de Meruoca. Juntamente com a Igreja Católica e com setores do governo, levou para as localidades do município de Meruoca benfeitorias como a doação de cabras leiteiras para gestantes e lactantes, a construção de creches rurais nas localidades de Baixa grande, São Bento, Cachoeira e Anil, além da doação de 60 poços artesianos por intermédio da defesa civil do estado, entre outras tantas outras ações.
Em 1992 candidatou-se a vereador, não ganhou as eleições, porém nesse período ganhou um grande amigo, o terceiro Bispo da História de Sobral, Dom Walfrido Teixeira Vieira que em reconhecimento ao seu trabalho nas comunidades de Meruoca o chamou para coordenar a CEBS, (COMUNIDADE ECLESIASTICA DE BASE), composta por 24 paroquias da Diocese de Sobral. Permaneceu a frente da coordenação até o ano de 2003, devido motivos de saúde.
Já em meados do ano de 2016, Francisco Delfino e sua enorme vontade de viver e atuar junto aos mais carentes, retomou suas atividades como comunicador e poeta levando até os dias de hoje, alegria e informação nas manhãs de terça e sexta na rádio loca, FM Meruoca, com o programa RECADO DE DEUS PARA OS TRABALHADORES.

 

Deixe seu comentário

Banco de leis

Câmara Municipal de Meruoca

INSTITUCIONAL

JOSÉ HERTON ALVES DE SOUSA

CNPJ: 35.048.396/0001-21

RUA SÃO JOSÉ, 51 - CENTRO

CONTATOS

 Fone: (0xx88) 3649-1105

 diretoria@camarameruoca.ce.gov.br

 08:00 as 14:00

REDE SOCIAL

VÍDEO